terça-feira, 16 de setembro de 2014

Telefonei


Telefonei de madrugada
Relembrando meus sentimentos,
Só queria ouvir tua voz
E falar dos velhos momentos.

Sorri ao ver teu nome
Na agenda de meu celular,
Bateu certa saudade,
Por isso, quis te ligar.

Só não entendo porque você,
Quando viu o meu nome,
Não atendeu minha chamada
E desligou o telefone.

Foram tantas “aventuras”
Que eu queria reviver,
Mas você está com outro,
Assim, vou te esquecer.

Antonio Romário de Sousa Braga 
   Paracuru, 2007.

(Poesia protegida pela Lei de Direitos Autorais)


Nenhum comentário: