sexta-feira, 14 de maio de 2010

Minha Paixão



Minha paixão

Entro à tua sala,
Rindo sempre te vejo,
Iluminado pelo teu sorriso,
Lira do meu desejo,
Estou mergulhado nesta paixão,
No simples aperto de mão
E no calor do teu beijo.
Estando sozinho em casa,
Recorro-me à poesia,
Inspirado na tua imagem,
Livro-me da melancolia
E guardo com tanto fervor,
No Frigobar, a champanhe do amor
Esperando apenas o dia.
Estar ao teu lado fico
rindo facilmente,
Imortal nos meus pensamentos,
Lembrança de minha mente,
Embora ao te rever
Não consigo nem dizer:
EU TE AMO INTENSAMENTE...
Escondo a verdade,
Recorro pra não dizer,
Ilusões de estar contigo,
Lábios do prazer,
Encanto que me beija,
No infinito, além, ou seja,
Eu te amo sem querer.


Romário Braga.
Pentecoste  - Ceará - Brasil

(Poesia protegida pela Lei de Direitos Autorais)

Um comentário:

Erilene Brandão e Marciano Moreira disse...

Não sei por que mais adorei essa poesia. =)
Muito Linda!!!!

Bjão.